Resposta

Escrevi esse texto para um amigo. Quando enviei, descobri que escrevi para amigos, no plural.

Por isso ele agora está aqui e eu também no meio destas palavras.

Feliz Natal a todos, Feliz Ano novo, Iemanjá, Carnaval, Lavagens, Carurus, São João, e tudo o mais que se possa comemorar.

As pessoas que nós somos, essa mistura toda, esta salada, esta colcha-de-retalhos, esse ser, ele quer festas, festas de comunicação, festas de festas, festas sem motivos para festas, festas com motivos de festas, festas-só-porque-podemos-fazer-festas, festa-válvula-de-pressao, festas-ar, festas daquela euforia que como eu aprendi, é muito diferente de alegria.

Que nem as nossas musicas de carnaval, onde as vezes interessa menos a letra que o ritmo, aquele ritmo com a importante sensação que ele causa, o original meio que ele fornece para os nossos sentimentos. O canal para a gente escoar a gente mesmo.

Tou falando demais como sempre, então acho que já disse isso uma vez, mas não custa repetir: Feliz Tudo Galera!!!

E por favor nas suas escolhas futuras do dia a dia, levem vocês mesmos em consideração, sejam "racionais" e pensem com o órgão certo: O CORAÇÂO

-----------------

Meu velho.

A escolha pessoal é o prêmio que ganhamos por viver.
Esse mar imenso de quantidade de mundos que temos a disposição e que podemos criar...

A liberdade. O peso das escolhas, O limite que cada opção cria para as outras opções. O aprendizado. As ilusões.

O que nos dizem que é a realidade, o que desconfiamos realmente que ela é.

Sou teimoso. Continuo achando que o melhor mundo é o nosso.

Quem sabe a melhor atitude (talvez a unica que valha a pena) seja conectar tantos mundos pessoais e compartilhar suas diferenças e aprender com elas e evoluir?

Sabe por que eu me preocupo mais com minha atitude? porque o exemplo fala, o caminho aberto torna mais fácil a passagem, não porque ele está aberto, mas por mostrar que ele existe, que existe outro caminho, que outra realidade é possível.

Trabalho o meu mundo, Alex, desde que eu me lembro e sei que fazer ele melhor é trabalho de todo dia, inclusive deste momento agora que eu tou digitando.

A minha contribuição é essa, meu exemplo, minha paz, minha visão única, minha existência, meu encontro.

Qual é o reflexo disso no mundo? Nesta colcha de retalho?

Me esforço para que esse reflexo seja de paz, de tolerância, de inconformismo, de teimosia em melhorar isso que essa visão equivocada da vida está fazendo com o nosso mundo.

Esse mundinho tão pobre que querem nos vender é a menor parte da realidade.

O melhor pedaço do bolo de tão escondido acaba esquecido.
Exceto por quem tem fome.

Valter.

Comentários

Raquel disse…
"O melhor pedaço do bolo de tão escondido acaba esquecido"

gostei disso. dá vontade de sair agora de casa pra ver o mundo de verdade, pra ver o muno com nossos olhos.

Postagens mais visitadas