Dia dos Nãomorados

Rua da Misericórdia, Centro. Salvador - Bahia. Prá onde vão os trilhos?!... E nós aonde vamos?!... Tiraram a Igreja da Sé prá passar o bonde... o bonde passou e... foi embora...
e agora?!... Os trilhos estão lá... sem bonde e sem fé.
Tonny Bittencourt's photos, Todos os direitos reservados.
http://www.flickr.com/photos/tonnybit

--

A gente sempre quer diferente.
Tem um esforço pra fazer a semana, dia e horas diferentes.

Neste caso, todo o mundo sofre a pressão romântica e os efeitos aparecem:

Os biologicamente românticos já nascem assim e comemoram.
Os não-românticos. São gentilmente lembrados e orientados.
O Comercio. Sempre ajuda de uma forma desinteressada. Claro.
As criaturas de pouca fé. Fazem apenas pelo social. Sabem o que é esperado.

Mesmo quem não consegue se enquadrar. Mesmo quem nunca tem chance. Tenta de novo.
Até os que que nunca tem tempo tentam e aproveitam pra ganhar..., tempo.

Tá em todos os lugares o dia dos namorados.
O dia fica disputado, cheio e é comemorado com muito prazer.

Se bem que as amantes, colegas, amigas, ficantes, outras, outros, sócios, sócias, essa galera toda normalmente comemora antes, mas enfim...

Tem também o dia dos Não-namorados, ou Nãomorados,

Com programação e tudo. Alguns amigos as vezes estão nessa.
A turma da afinidade e da sintonia também.
Se bem que eles até merecem um dia mais com a cara deles, o dia dos quase-namorados.

As vezes a programação fica tão boa. Que o casal é promovido. Muda o status.
Vale também.
Com ou sem intenções estar com quem a gente se sente bem é o que interessa.
São muitas as possibilidades humanas pra a gente ficar nessa de classificar e congelar.

As vezes no meio de tudo isso há até espaço pra a gente.
As vezes dá até pra se dar uma chance.
As vezes dá até pra se perdoar e se amar.
Se dar esse presente.

Aliás, é esse é o melhor presente também pra nossa querida cara metade (no singular ou no plural), sei lá, cada caso é um caso, nesse caso literalmente...

Quintana diz que o amor é quando a gente mora um no outro.
Tou com ele.
Acredito que é assim quando esse outro é também a gente mesmo.

Comentários

Postagens mais visitadas