O processo

Fácil.
É só pensar. Deixar de pensar, quero dizer.
E pronto.

Vai acontecendo. Tudo sozinho. Aos poucos.

As vezes você está em uma amiga minha.
No humor. Na troca. Na brincadeira. No riso.
Eu me engano.
Fico querendo ela pensando que é você.

Você não para nos olhos de ninguém.
Porquê?

As vezes te vejo numa conhecida ou desconhecida, tanto faz.
Nelas seus detalhes aparecem no corpo, cabelo, sorriso, cor, tipo, olhos ou jeito.
Cada uma leva um pedaço seu. Não resolve. Quando se quer tudo junto.

As vezes encontro em alguém o seu lado menina.
Gosto.
Mexe muito comigo quem ainda sonha.Quem ama a poesia.
O sentimento muda o jeito de falar. De Olhar. E até de amar e de encarar essa vida.
Conheci uma assim esse semestre. Mas fiquei amigo. Infelizmente.

Ou não. Quem sabe?

As vezes você está mulher completa. Independente.
As vezes você está muuuito ocupada com o príncipe pra se perceber.
e mais ainda pra se arriscar por você.

Mas não importa, dependendo do seu conceito do que é estar só.

O problema de a gente estar em tantos lugares e em tantas pessoas ao mesmo tempo é juntar os pedaços soltos.

Que nem um quebra cabeça.
Quem tem juízo, na hora de montar, deixa a razão de fora e cola com intuição.

Senão, como é que eu vou saber de você?
Fora de mim mesmo, onde eu vou te encontrar mais?

Comentários

Postagens mais visitadas