Pause

Férias de tudo.
Pause.
As vezes a gente precisa de um botão desses pra recarregar.

Um controle remoto universal.
Genérico, cheio de funções que não se vai usar.
Pronto pra ter a sensação de que se pode fazer o que quiser.

Não é nem pra aumentar a música, iniciar mais filmes.
Não.

Dessa vez é pra tirar um pouco o som.
Trocar por silêncio.

Ver como fica a vida muda.

Prestar a atenção no que eu não vejo de jeito nenhum por mais que olhe.

Experimentar voltar, avançar, mudar.
Modificar o movimento.
Mexer o tempo.

Editar a realidade virtual do espelho.
Tão bem construída.
Também por mim.

Respirar.
Olhar.

Se auto-escolher.

E sem muita segurança.
Ir se encontrar. Sem saber.
Exatamente.
Onde é.

Comentários

Postagens mais visitadas