Entidade nossa

O professor dela conta
que até na sala de aula aparece
não é fenomeno, não.

"Não fiz o trabalho..."
-- Porque?
"Disseram que não era importante, podia ficar pra depois"
-- Quem disse?
"Alguém"...

Experimente,
pronuncie devagar
"ninguém"...
diga naturalmente
"alguém"...
como se você fosse "assim" com o
"superior"

É fácil invocar a entidade,
ela é discreta, age no silêncio geral...
sobrenatural não. Cultural mesmo...
melhor que pomada de feira livre, "ajeita" tudo.

É pá-pum,
junta com o jeitinho "brasileiro" e não tem dia de trabalho,
evento oficial, simulado, avaliação, curso, seminário...
nada que resista a desculpa dessa força invisível

Em grupo social a "irmandade" ganha corpo, vira entidade corporativa.
No mundo público é um terror

Quando tudo dá errado, ela é a culpada sempre.
Mas quando dá certo é outra história, o que não falta é pai pra criança,

A entidade some na hora...

Comentários

Postagens mais visitadas