Rápido

Ajeito a cadeira
Me puxo pra perto das mãos
Ponho os olhos nos dedos
Miro o ar

Aperto as letras brancas
As duas mãos juntas tem sete dedos só

Vou psicocatamilhógrafando o que nem sei
Com bastante cuidado

Corrijo as maiúsculas
Desço as frases
Separo

O que mais faço é peneirar

Procuro ouro nas idéias,
Imagens nos pensamentos,
Intuição nos conhecimento,
Sentidos no ar.

Desconstruo o mundo
Sem pressa

Vou me deixando
Por aqui

Troco meus pedaços,
Sem bagagem,
Fica só o que tá bem ligado em mim

Crio movimento,
Tenho fome de montar o mundo novo,
Todo dia.

Comentários

Postagens mais visitadas