A fazenda pública e outras histórias...

Meu chefe hoje no final do expediente me "repassou" um recado do superintendente do órgão em que trabalho como funcionário concursado na PMS (Prefeitura Municipal de Salvador).

Era assim:

Eu estava sendo "aconselhado" a retirar do meu carro, o adesivo do partido que escolhi pra votar, que no caso disputa com o atual prefeito as eleições municipais.

Nada foi escrito e tudo pode ser negado, só houve uma testemunha e por acaso é de minha família e sei que juridicamente não é isenta por estar ligado por laços familiares.

Perguntei se os carros que tem adesivos de campanha do "próprio" prefeito se estes também estavam recebendo o mesmo "conselho" e a resposta evidente foi que não.

Ou seja, traduzindo:

Pense como a manada ou dê o fora da minha fazenda, é o que a mensagem diz...

Já estou procurando outro lugar pra ir, pois a minha estrela amassada vai continuar no meu carro sujo. não por causa do PT mas porque foi EU QUE A COLOQUEI LÁ e reflete o MEU DIREITO DE PENSAR DO JEITO QUE EU QUISER DENTRO E FORA DO MEU CARRO e NÃO DE ACORDO COM O PENSAMENTO DOS OUTROS.

Isso, se isso que nós vivemos for uma democracia de fato e não apenas de discurso de campanhas de TV, nessa hipótese, é claro.

Comentários

Postagens mais visitadas