Pra você que existe


Pra quem ainda não sabe, na segunda feira dessa semana, dia 20/10, no "espírito" de uma das eleições mais sujas de um tempo pra cá, meus chefes na prefeitura resolveram dar uma contribuição e me "aconselharam" a retirar o meu adesivo da estrela do meu carro, ou haveria problemas e não permaneceria mais lá.

Mas o detalhe impressionante é que isso era apenas apenas para o caso do PT, pois a propaganda do prefeito João era liberada, não havia restrições.

Neguei.

Houve pressão e conselhos de todos os lados mas denunciei e protocolei não porque é crime eleitoral, mas porque é preconceito e só quem tem marca de preconceito sabe o que é.

Continuo trabalhando com a estrela no meu carro e ela tem viajado muito agora nos e-mails pela pela internet toda contando tudo e falando das OUTRAS pessoas também que estão passando por isso dentro e fora da prefeitura e que aprenderam que não há "justiça de verdade" e por isso não se mexem.

Mas eu vou dividir com vocês o que me impressionou nisto tudo:

01 - Ver que tentando espalhar uma noticia as pessoas podiam achar que eu era spam ou estava passando listas e olha que eu não obrigo nem vendo nada, muito menos partido político e muito menos ainda liberdade de pensar.

02 - Aprender a viver um FATO destes na pele e tentar descrever o mais friamente que conseguir apesar de estar de sangue muito quente.

--> Experimentem aí passar por coisa parecida e fazer diferente. Vai ser bem "educativo"

03 - Entender que crime eleitoral é uma forma politica de PRECONCEITO.

04 - Aprender que apesar dos motivos pra ficar decepcionado com o ser humano e com isso que eles chamam de "política", veio junto uma compensação: Descobrir tanta gente comigo e que elas também querem um mundo menos "lixo" pra viver

05 - Perceber que o preconceito se alimenta de MEDO e se espalha pela PASSIVIDADE das pessoas, principalmente as "boas", que preferem não ver pra não se envolver, nem ter que acreditar e ter que pensar sobre isso.

06 - Não gostar de como somos adestrados a não confrontar a "autoridade" e a esperar que "tudo se resolva" e a dar um tempo para as coisas "passem" quando elas não são tão "graves" assim.

07 - Se admirar como realmente alguns caminhos só passam a existir quando a gente passa e só quando se passa sozinho.

08 - Comprovar como o CIDADÃO não EXISTE para os "dirigentes" que estão no poder.

09 - Ver como APATIA e falta de CONHECIMENTO inverte os nossos valores e deixa a máquina do poder livre para eles usarem a gente como PEÇA dela, na maior lavagem cerebral

10 - Ter pena como tem gente que acha que "vende a alma" por um bom preço.

11 - Como é bom ser eu mesmo. Me enxergar. Poder me identificar comigo. Sentir orgulho disso

12 - Se admirar mesmo de como TUDO neste mundo está LIGADO em uma rede de causas e efeitos que a gente acha que controla...

13 - Como é possível começar a mudar "o mal" dizendo "NÃO".
NÂO vou fazer parte, eu existo e sou de carne e osso e não quero isso.

É uma atitude mental e é a partir da mente da gente que o mundo acontece.

É exatamente por isso que escritor português Eça de Queirós disse no tempo dele que:

"os políticos e as fraldas devem ser mudados freqüentemente e pela mesma razão."

vocês percebem o quanto o cara continua atual?

É isso aí.

Sabe de uma?
Domingo votarei em mim mesmo.
Pois eu me conheço melhor que qualquer instituto de pesquisa
e sei de mim.

Muito obrigado.

Vocês são realmente salvam um mundo (pelo menos o meu).

Comentários

Postagens mais visitadas