Alguma razão

Não sei se tudo o que chega, chega sempre por alguma razão
nem se foi mesmo o Pessoa que disse isso
nem se conforta

Se adiantasse chorar...

Sei é que quando o mundozinho chega
minha saída é fazer umas marcas nas palavras
pra não me perder quando voltar

Não se desespere com a roda viva
prefira saltar livre
e aproveitar ao máximo a viagem no ar

Mesmo sem ser pássaro
com adrenalina de viciado
mexa por mexer o corpo
apenas para sentir a sua chance de voar

Como já disse outro poeta
esqueça a vida, o passado e o futuro,
olhe o mundo,
no mundo é sempre presente

O único, menina, em que se pode pousar...

Comentários

Postagens mais visitadas