Jardim

Fora do canteiro de letras ela existe quieta
faz as vontades do vento
aceita sua natureza de flor.

Arrasta meus olhos, essa leve criatura, para o jardim do outro,
este espelho de onde posso ver na verdade o meu próprio jardim.

Neste lugar não oficial
vejo como suas pétalas novas procuram luz
sonhos
e mais cor.

E incrivelmente não vê
que fornece tanto ao mundo ao ser única
e abrir-se inocente depois da chuva
em pequeno sol.

Comentários

Postagens mais visitadas