Fotos

Jogo a ancora nas nuvens
mas fico esticado
um pé no passado
puxa para o fundo

Solto o sapato
quero ser arrastado
de volta para o meu mundo

Deixo no papel
outro eu
viajando no tempo

Estive mesmo lá?

Navego sem mapas
neste barco vagaroso
perdido

Senhor, a salvação é pelo risco, eu sei

Vejo em cada foto o mar de forças registrado
não sei olhar um céu achando que ele está parado

Mas estou com sorte
às imagens do álbum estão esticadas no plástico
o tempo está preso em páginas que abro com minhas mãos

E as pontes estão todas em mim.

Comentários

Postagens mais visitadas