Desobediência

Os chefes indecentes que eu tenho que aturar

O roubo diário pelo voto "popular"

O ciclo histórico de dinheiro e corrupção que querem nos empurrar

O poder, política e preconceito legalmente organizado para nos ferrar

E tudo o que estas novas caras do mesmo nem disfarçam mais

Me lembra porque dizer não!

E

Eu vou

Chutar para longe essa M de realidade que não quero participar

Fechar as janelas todas para esse cheiro imundo não chegar

Fazer marcas nas palavras pra não me perder quando voltar


Eu vou


Mostrar a sua pobreza paga a peso de ouro em todo lugar

Criar minha própria liberdade e compartilhar

Mandar você vender seu discurso pra quem quiser te alugar

Então,

Enquanto outro mundo for possível

E mais ainda enquanto me disserem o que é impossível

Você vai me ouvir dizer não.

Comentários

Postagens mais visitadas