Rio Almada

(Poema que eu ganhei de presente hoje)

Foi ao atravessar
Naquela madrugada
A rua Rio Almada
Que eu ganhei o seu primeiro beijo

O coração querendo sair

Foi lindo demais...
Eu te senti
Pela primeira vez

A tua alma me tomando
Os teus braços me tocando
Eu não resisti

Ah, me vi tão amada
Na rua Rio Almada

Agora você é o meu amado
Enfim

Comentários

Postagens mais visitadas