Fome

Um poema por favor

Nem açúcar nem gelo

Traz também

Um olhar

Novo

Um pouco de esperança

E humor

Se não, como eu vou rir

Depois?

Se puder ser rápido eu agradeço

Tou morrendo

De fome

Não

Sou sem dinheiro

Cartão

Minhaheiro

Mas tenho coração

Meio usado

Partido ao meio

Mas se este estabelecimento

Aceitar palavras

Tenho o bolso da alma bem cheio

Comentários

Postagens mais visitadas