Deita aqui

Deita aqui
com as estrelas
Quando era menina
fazia assim
Ficava no chão
ouvia musica
e via o céu
Olha ali
uma constelação
Lá vai ela
Mergulha no quadro vivo da janela
para me mostrar
Venha
Abra
feche
lembranças
Flutua comigo em minha andanças no mundo do ar
Eu que ignoro o tempo
que tenho nuvens
que me procuro tanto?
Sim você
Fica aqui comigo quieto
Sentindo
como gira
o universo
Como esse milagre
a si desconstrói
desinverte-se
cria
E como ele
absolutamente sem o menor respeito por nossa lógica
reescreve todo o infinito espaço com poesia.

Comentários

Postagens mais visitadas