Se oriente rapaz...

Vou dando murros na parede
enquanto penso
Ando
e tento
Vou sondando as estruturas das redes que me prendem
Salto
Respiro no ar
Pelo menos o suficiente para poder voltar
Para continuar a existir sendo ainda eu mesmo
Tendo
Para mim mais uma chance
Diante dessa besta fera maquina de despersonalizar
Quer dizer,
Diante do que aqui na cidade grande se naturalizou chamar de vida, sentido e orientação
E mesmo que ela apenas fosse isso
ia escrever aqui nesse muro branco
Que
Ia me orientar não.

Comentários

Postagens mais visitadas