Pise na grama

Contam os antigos que antes de ser humanizado
cada ser escolhe seu barco
e missão

É como o local onde o rio começa seu curso
nascente a partir da qual o pequeno regato se alarga e corre

Onde há testemunhas deste destino celeste
e pistas soltas para cada vida e fome...

Ao final do espetáculo
quem encontrará em nossa naves
a caixa preta dos sonhos
as asas dos corações?

"Segue seu Odu"
me disse o amigo
somos e viajamos tanto em nosso universos paralelos de existência
que não nos verão inteiros apenas com as roupas materiais da razão...

Ele me desejou "Pax
et Axé"
e que andasse sem medo
nos jardins humanos

E que estando na colorida cosmovisão
pisasse com meus pés a nua terra
e deixasse meu espirito deitar em cada grama.

Comentários

Postagens mais visitadas