Postagens

Mostrando postagens de 2016

Quando acabar o mundo me acorde

Relatório

No canto do caminho havia uma pedra

Onde está Deus?

O que nos faz bons ou maus

Nem lavou o rosto

Miocárdio

Barquinho

Teatro

Domingo

Gestão de riscos

Sem título

Poema duro

Aperto

Aorta

Oração da manhã

Ponto azul

Soprando o cafezinho

Para o homem do chão

Notícias do dia

Meus olhos em um dia

Um domingo qualquer

O casamento das meninas

A linha e o mar

Você tem

52 rascunhos e uma poesia nem um pouco desesperada

Aquarela

Café

Hoje não teve bom dia

O dia

Na rua

Canto do Aquidabã

Troco beijo por pensamentos

Quinta-feira

Na janela

Depois que você saiu...

Ouvindo o Pink Floyd

Poema para matar a fome

Revelação

Enquanto a vida apitava

Louco