Revelação

Meu olho pisca
e remonta tudo ao meu redor:

É uma poética se formando em desenho

Como uma foto entre meus dedos
revelando nos pigmentos das letras
o que de perto não sei decifrar

Tenho de ir longe
para poder ver a imagem secando no vento,
os grãos do mundo
suspensos no ar

Sou impaciente

Amo o beijo do sonho na palavra,
o andar junto das frases,
as brigas dos sentidos

A arte humana que me inclui nesse vento de aqui estar viajando no tempo
com o meu respirar mais lento
de capricorniano nascido perto do mar...

Caros,

Quando será que finalmente aceitaremos que tudo isso que somos é um piscar?

Comentários

Postagens mais visitadas