Onde está Deus?

Deus está nos furacões

No pagode bagaceira dos vizinhos explodindo as caixas de som
Nos bares cheios
Na falta de energia elétrica quando a gente chega cansado em casa
Nas árvores caindo sobre os nossos portões

Deus está em rede

Na reação da natureza
No ano que teima em não passar

Deus está moldando

Os detalhes
A voz no microfone
As formigas que passam indiferentes as preces
Nas fendas
Dos degraus de sua igreja

Deus não está no tempo
Não está ausente
Nem pertence
Ao crente
Nem a um nome, um homem
Ou a um caminho

Deus extrapola o discurso único

Os ritos tentando traduzir o mistério profundo

Os lustres e luzes imitando velas
O formigueiro dos domingos

A profissão de fé dos joelhos nos degraus da colina

Como então entender esse mundo?

Eu uso a alma e seus elos, pontes, chamas, sopro, arte, onda e perguntas

O que quer que me lance para além desse muro.

Comentários

Postagens mais visitadas