Salvador


Aqui há uma cor
um cheiro
uma dor
para cada
dia da
semana

uma festa, uma igreja ou um terreiro
para cada dia do ano
Os corpos pulsam
os sentidos surtam
entre a razão e a fé
e arfam
todo o oxigênio
realidade e fantasia se misturam como temperos
e é na pele
na terra
e não nos céus
que vemos todos os santos

O mundo da Bahia
é mais do que um recorte
limitado no espaço
é mais do que o inicio do Brasil
é de alguma forma
um caldeirão onde só o tempo
é um ente absoluto

Todo o resto é mutação

Aqui a gente trabalha, canta, sofre, dança, reza, veste, enfeita e come o amor
Sim. Nós nos alimentamos dele

Aqui nesse canto
violentamente mágico
e desigual
renascemos
todo dia

Como explicar?

Comentários

Postagens mais visitadas