Sobre nuvens, lobos e magias

O medico
a bruxa
o monstro
a fada
o lobo
os deuses
e a musa
na ilha do dia
me perguntando onde está o alimento

Sou eu na bandeja
do meu livre arbítrio
que
evapora
extrapola
varre os céus
veste nuvem
pesa
transmuta
volta
em água alma
se espalha em suor
lagrimas
saliva
cor
atos

Eu sou
meu próprio
prato

O fato
é que o tempo, a vida, o amor, a dor
podem ser apenas fantasias
arvores diferentes
flores-luzes
para quem nasce
com sangue de beija flor.

Comentários

Postagens mais visitadas